Skip to Content

Category Archives: Nacional

Viracopos fecha novembro com fluxo de exportações mais alto desde 2014

Quantidade de cargas importadas também é a maior registrada neste ano..

As operações no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), voltaram a crescer em novembro, segundo estatísticas da concessionária. Além do maior número de importações no ano, também houve fluxo mais intenso de exportações desde 2014.

Os dados mostram que no período avaliado a estrutura recebeu 10,8 mil toneladas de produtos importados, aumento de 28,4% sobre o total de 8,4 mil toneladas registradas em outubro. Parte da alta está ligada à aquisição de componentes pela indústria para celulares e computadores.

Já nas exportações, o terminal somou 6,4 mil toneladas, alta de 32,7% no comparativo com as 4,8 mil toneladas do mês anterior, e também a maior quantidade desde que os levantamentos começaram a ser divulgados pela Aeroportos Brasil Viracopos, em janeiro de 2014. Segundo a assessoria do terminal, entre as explicações estão a desvalorização cambial e o fato de ter atraído mais empresas nos últimos meses, desde a aquisição de duas câmaras frigoríficas

Saldo e produtos em destaque
Considerando-se o saldo acumulado em 11 meses, Viracopos já recebeu 93,6 mil toneladas de produtos importados, 19,3% a menos do que no mesmo

Entre os principais setores ligados aos produtos importados estão os de tecnologia, automotivo e metal/mecânico. Juntos, eles equivalem a 5,7 mil toneladas – 52,7% do total.

Já no fluxo de exportações, os segmentos automotivo e metal/mecânico se repetem, e há destaque também para calçados/bolsas: o saldo é de 1,8 mil toneladas, ou seja, 28,1%.

Incentivos
Em meio à crise que impactou as operações do terminal de cargas, a concessionária implementou, em outubro, um programa de incentivo às aéreas para a criação de novas rotas. A proposta prevê isenção de até 100% em custos de pousos e permite que elas testem novos mercados durante um período e, em contrapartida, resultem em alta na demanda pela estrutura.

As operações do terminal de cargas representam 65% das receitas totais em Viracopos. Atualmente, o aeroporto trabalha com 23 empresas áreas cargueiras que atendem 175 países de destino e 148 de origem. Diariamente, média de 13 cargueiros pousam no terminal.

O diretor comercial em Viracopos, Jorge Lobarinhas, prevê alta de importações e exportações em dezembro, no comparativo com o novembro. A assessoria da concessionária completou que, por enquanto, o aeroporto negocia com companhias aéreas a abertura de novas rotas.

Diferença de cálculos
Enquanto as exportações são cobradas com base no peso da carga, o uso do terminal para logística de produtos comprados fora do país implica em taxas diferenciadas.

A primeira, informou a assessoria da concessionária, é feita considerando-se a soma do valor agregado do item e tempo em que ele fica no terminal (cargas importadas e nacionalizadas em Viracopos); enquanto que a segunda cobrança, para cargas classificadas como DTA (declaração de trânsito aduaneiro), é feita com base no peso movimentado internamente.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2016/12/viracopos-fecha-novembro-com-fluxo-de-exportacoes-mais-alto-desde-2014.html

0 0 Continue Reading →

Continua a mobilização nas alfândegas, nos aeroportos e nas delegacias do Fisco em todo o País

O não cumprimento do acordo que previa reajuste salarial aos auditores fiscais foi o ponto de partida para o movimento reivindicatório.

Segundo a categoria, o movimento é resultado da “inércia do governo” em cumprir o acordo firmado com os trabalhadores em 23 de março, que previa o andamento do projeto de lei que trata do reajuste dos auditores fiscais.

Conforme a unidade de Santos do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional), o termo de acordo firmado entre as duas partes prevê que, após a aprovação das alterações na LDO (Lei de Diretrizes orçamentárias), o projeto de lei seria encaminhado na sequência. “Mas, mesmo depois de aprovada a nova meta fiscal parar 2016, o que aconteceu em 25 de maio, nada do que foi acertado foi cumprido”, diz a entidade em nota.

O sindicato afirma que o governo interino ainda não apresentou justificativa sobre a demora do envio do projeto aos auditores fiscais.

“A categoria só aceitou encerrar a mobilização, que durou de abril de 2015 a março deste ano, porque acreditou no acordo. Negociamos com o governo e não com partidos, portanto, o acordo de ver honrado”, diz o presidente da Delegacia Sindical de Santos do Sindifisco Nacional, Renato Tavares.”Exigimos o cumprimento do acordo e o reconhecimento da nossa importância”, afirma Tavares.

Já nesta segunda-feira , 11 de julho , um comunicado afetou o atendimento dos processos de importação: “as pastas entregues, a partir desta data, só serão devolvidas com a análise, no dia seguinte e a partir das 14h”. Segundo ainda a divulgação, essa condição é por tempo indeterminado devido à retomada da movimentação por reajustes e equiparação de salários, iniciada ainda em 2015.

Aeroporto de Viracopos

Canal Verde: Em Viracopos, os fiscais da Receita Federal aderiram a mobilização.  Fiscalização está solicitando a apresentação pelo representante dos importadores toda a documentação original para o despacho – Fatura Comercial, Packing List e Conhecimento de Embarque – para promover a conferência da mercadoria antes da liberação no sistema.

Diariamente várias assembleias estão sendo realizadas para atualização do quadro.

Canal Amarelo ou Vermelho: Não há conferência nem andamento nas operações.

Aeroporto de Guarulhos
Apenas trabalhos internos estão sendo realizados. Instruindo que para o caso de alguma necessidade, é para o contribuinte procurar equipe de apoio.

Porto de Santos

A receita federal do porto opera as  terças e quintas-feiras, porém sem acesso ao computador, ou seja, não dão o devido andamento aos processos pelos menos duas vezes por semana.

 EADI Libraport
Sem liberação de carga no dia de hoje.

Aeroporto Galeão – Rio de Janeiro: O movimento grevista dos fiscais da RFB tem previsão de início da greve no dia 18/07, próxima segunda-feira.

*Informação sujeita a atualização ao longo do dia

Fonte: A Tribuna, com informações do Sindicato

0 0 Continue Reading →

Classe adere à mobilização e retoma campanha salarial

Cansados de esperar que o Governo Federal cumpra o acordo salarial fechado em março, os auditores da Receita Federal resolveram retomar a mobilização e realizam, a partir de hoje, o Dia Nacional sem Computador, duas vezes por semana, e também a Operação Meta Zero. No primeiro, que ocorrerá às terças e quintas-feiras, os servidores não acessam o sistema da Receita para a execução do trabalho. No segundo, há o represamento dos créditos tributários obtidos nas ações de fiscalização. A categoria exige que o Governo envie ao Congresso Nacional o projeto de lei referente ao reajuste salarial acertado em 23 de março. O objetivo é que o aumento entre na folha em agosto. Na prática, a mobilização vai resultar em atraso no controle aduaneiro e vai comprometer a arrecadação de tributos nas alfândegas. De acordo com o presidente do Sindifisco Nacional, Claudio Damasceno, na mobilização realizada no início do ano, antes do acordo fechado em março, a União deixou de arrecadar em torno de R$ 1,5 bilhão por mês. De qualquer forma, é mais uma perda de receita em um período de recessão e que se prega o ajuste fiscal.

Dia Nacional sem Computador e Operação Meta Zero são ações dos servidores para pressionar o Governo a cumprir acordo salarial.

Fonte: SINDIFISCO Nacional

0 0 Continue Reading →

Fracassa greve de “caminhoneiros” contra Dilma em todo o país

bloqueios

A greve dos caminhoneiros autônomos iniciada na manhã desta segunda-feira (9) está tímida até o momento, apresentado bloqueios nos três estados do Sul, em Minas Gerais, São Paulo, Tocantins, e no Rio Grande do Norte.

Em um primeiro balanço seria bastante crível afirmar que o movimento fracassou em todo o país. Também não é demais dizer que a tentativa era de os donos de transportadoras emparedar o governo da presidenta Dilma Rousseff (PT).

No Paraná, foram registrados bloqueios em Apucarana (BR-376), Maringá (PR-317), Medianeira (BR-277), Paranavaí (BR-376), Nova Esperança (BR-376) e Clevelândia (PR-280).

O movimento organizado pelo Comando Nacional do Transporte, que se diz independente de sindicatos, pede a renúncia da presidenta Dilma, redução do preço do combustível, frete mínimo, remuneração nacional unificada e crédito subsidiado para renovação da frota.

Mas nos últimos dias, uma série de denúncias de que os caminhoneiros seriam forçados a participar dos bloqueios, alguns inclusive mantidos em cárcere prevido sob ameaças, lançaram dúvidas sob a legitimidade da paralisação.

Um comunicado da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), entidade que tem a prerrogativa legal de representar esses trabalhadores, também denuncia a condução dos protestos.

Segundo a CNTA, o movimento deflagrado hoje tem por objetivo “promover o caos no país e pressionar o Governo em prol de interesses políticos ou particulares, que nada têm a ver com os problemas da categoria”.

Ainda segundo a confederação, o governo federal vem negociando as reivindicações da categoria, e mesmo sem atender a todas, já proporcionou grandes avanços. Portanto, o bloqueio unilateral das estradas não se justifica.

Fonte: http://www.esmaelmorais.com.br/

0 0 Continue Reading →
LIGAR PARA WORLD CARGO
Carregando...