Informamos que no dia 1º de julho de 2016, entrará em vigor a aplicação da norma de pesagem de contêineres – VGM (Verified Gross Mass / Peso Bruto Verificado)”, uma exigência estabelecida pela Convenção SOLAS (Salvaguarda da Vida Humana no Mar) da IMO (Organização Marítima Internacional). O objetivo é informar ao transportador, no momento da apresentação dos documentos de embarque, o peso exato e conferido do contêiner. O VGM passa a ser então fator indispensável para embarques marítimos.

Essa verificação poderá ser feita de duas maneiras:

a) Após o contêiner ser estufado, ele é pesado por uma balança devidamente certificada pela organização nacional reguladora (no Brasil, o InMetro);

b) Pesam-se individualmente os volumes a serem estufados no contêiner, incluindo pallets e material de peação, e acrescenta-se a tara do contêiner, tal qual informado na porta do equipamento.

Embora não haja ainda uma padronização dos procedimentos internos, a nova regra segue o protocolo internacional da Convenção SOLAS e responsabiliza o “exportador” pela pesagem da carga. Caso o terminal e/ou o armador recebam para embarque um contêiner cujo peso não tenha sido verificado, poderão determinar a sua pesagem, repassando os custos para o embarcador, ou, ainda, decidir por não o embarcar.

Nenhum contêiner poderá ser embarcado sem a verificação de peso, o que resultaria em grave violação da convenção SOLAS.

Por isso é de suma importância verificar com antecedência este procedimento com cada terminal e armador.

O portal Guia Marítimo preparou um questionário com algumas orientações sobre o tema. Acesse através da página www.guiamaritimo.com.br no link NOTICIAS.

Ressaltamos que clientes de importação também devem atentar-se à nova medida para orientação de seus respectivos exportadores e fornecedores.

FONTE: Guia Marítimo